quarta-feira, 10 de outubro de 2007

Formação psicanalítica

A formação psicanalítica ou do psicanalista é fato polêmico entre leigos e eruditos. Cada qual espera deter a razão de sua lógica. Entretanto, o saber psicanalítico não depende da vontade de tais, pois o exercício da psicanálise está além dos limites humanos de sua convenção.

Ser psicanalista é mais do que obedecer regras e formatos. Ser psicanalista é mais do que simplesmente ler e praticar a psicanálise. Ser psicanalista é pensar o próprio pensamento e o próprio comportamento. É deitar no divã as suas próprias vontades, seus impulsos, seus medos, suas neuroses. Ser psicanalista é zelar pelo outro cuidando de si mesmo. A racionalidade humana fica aquém do exercício da psiché analyses.

Fato notório o número de pessoas interessadas na psicanálise, mas nem se perguntam qual sua utilidade para a psicanálise. Em que podem contribuir para a psicanálise sendo ou estando psicanalistas?

Boa parte do fascínio pela prática psicanalítica advém do desejo de poder. Analisar o outro é poderoso. É indício de que o analista seja o sujeito curado e o analisando o sujeito doente. Ledo engano: doente é quem precisa da alcunha psicanalista para se sentir mais são do que o outro.

A sanidade não reside na função exercida, mas no reconhecimento da não-sanidade, por quem quer que seja, independente do lado que está.

Venha debater, estudar e, quem sabe, praticar a psicanálise em uma perspectiva politicamente correta, pedagogicamente adequada e filosoficamente inspiradora. Essa é a nossa proposta!

Curso de formação em psicanálise NUAPSI: Matrículas abertas.

Pré-requisitos:
a) Ter formação superior reconhecida pelo MEC em qualquer área.
b) Entrevista com análise de curriculo.
c) Comprovação de documentos (cópias) e preenchimento da ficha de inscrição.

O Curso:
Modalidade: Curso livre de formação psicanalítica. Não é reconhecido pelo MEC.
Carga horária presencial: 2.700 horas/aula
Formato: 15 módulos de 180 horas/aula (2 anos e meio). Aulas semanais, aos sábados, das 9h às 13h.
Módulo básico: I, II, III e IV (Conselheiro)
Módulo intermediário: V, VI, VII e VIII (Capelão) - [Pré-requisito: Módulo básico I ao IV]
Módulo avançado: IX, X, XI e XII (Psicanalista) - [Pré-requisito: Módulo intermediário V ao VIII]
Módulo XIII: Análise terapêutica até declaração de "apto" por psicanalista conveniado NUAPSI.
Módulo XIV: Análise de supervisão: 180 horas de prática clínica supervisionada.
Módulo XV: Análise monográfica: apresentação inédita sobre a prática clínica da psicanálise: Aspectos jurídicos, ou aspectos terapeuticos, ou aspectos sociais, ou aspectos fenomelógicos.

Informações: (61) 3397-2662 / 9147-2241. Com Lucijane, ou;
chafic.jbeili@gmail.com com Chafic.

Nenhum comentário:

Bem vindo ao blog Psicanálise Freudiana

Este espaço é dedicado ao estudo, informação e debate sobre a formação do psicanalista e a prática clínica da psicanálise.

Venha debater, estudar e, quem sabe, praticar a psicanálise em uma perspectiva politicamente correta, pedagogicamente adequada e filosoficamente inspiradora. Essa é a nossa proposta!

Veja os slides da aula introdução a psicanálise do prof. Chafic Jbeili

Teoria Psicanalítica

Conhecimentos elementares em psicologia geral

Videos relacionados

Loading...